Conheça os novos cursos de Pós e MBA online, e matricule-se com até 25%OFF. Aproveite!

content

O futuro multitelas: experiência Copa do Mundo FIFA™ 2022

O futuro multitelas: experiência Copa do Mundo FIFA™ 2022

O maior campeonato de Seleções do mundo acontece no Qatar, de 20 de novembro a 18 de dezembro de 2022. No Brasil, os fãs de futebol vivem um momento novo: o futuro multitelas já começou - mas o que isso significa?

 

 

Nem sempre foi possível assistir aos jogos do Brasil pela televisão - a história das Copas do Mundo começa em 1930, mas a dos televisores, por aqui, só em 1950. Antes, os brasileiros acompanhavam o evento apenas pelo rádio; dali em diante, passaram a assistir as partidas gravadas, com até dois dias de atraso, o que ainda colocava o rádio muito à frente da TV graças ao imediatismo das transmissões.

 

Em 1970 tudo mudou para uma parte dos brasileiros. Com a fundação da Embratel, os jogos passaram a contar com transmissão ao vivo e, posteriormente, a cores, mas apenas nas áreas com cobertura da Embratel, que não era o caso do norte do país e do Mato Grosso.

 

Hoje, com ampla cobertura nacional, a Globo é quem detém os direitos para transmitir o mundial a todos os estados da Federação, seja em seu canal aberto ou no SporTV. Em 2022, entretanto, é a primeira vez que a emissora tem uma concorrência para suas transmissões na internet, diretamente no YouTube e na Twitch.

 

CazeTV e as transmissões da Copa do Mundo FIFA™ 2022

Até 2021, imaginava-se que a Globo seria a única detentora de todos os direitos de transmissão do maior evento de futebol do planeta. Entretanto, em negociação com a FIFA, a emissora acabou ficando apenas com os direitos televisivos.

 

Assim, a FIFA negociou os direitos digitais com outras empresas do mercado, chegando a um acordo com a LiveMode, parceira do streamer Casimiro Miguel. A CazeTV ganhou o direito de transmitir 22 partidas em seu canal da Twitch e no YouTube – incluindo a final e todos os jogos da Seleção Brasileira.

 

Concorrente ou aliado?

Do ponto de vista mercadológico, o que se espera é uma concorrência entre a mídia tradicional e a digital, onde o espectador escolhe a qual delas dedicar sua audiência. Entretanto, pensando enquanto torcedor e fã de esportes, é possível aliá-las para obter o máximo da informação e do entretenimento sobre o evento.

 

Apesar do objetivo ser o mesmo (transmitir a Copa do Mundo), cada formato tem suas particularidades. A Rede Globo, por exemplo, aposta em seu grupo renomado de narradores e comentaristas, em exibições muito mais sérias do que as da CazeTV, que conta com um time de profissionais que não precisam se prender ao tom de voz empresarial e ficam livres para utilizar uma linguagem muito mais informal.

 

Além disso, as transmissões na internet sempre apresentam delay maior do que nas transmissões televisivas. Então, quem busca assistir ao jogo em tempo real, sem atrasos ou distrações, sempre vai optar pela mídia tradicional – mas quem não está muito preocupado com isso pode acabar escolhendo o entretenimento, a irreverência e as brincadeiras de Casimiro e sua equipe.

 

Outro ponto que devemos considerar é o fato de que o Grupo Globo possui o direito de transmissão de todos os jogos. Quando não passa em seu canal aberto, os jogos sempre são transmitidos pelo SporTV. No caso da CazeTV, nos jogos em que não há direito de transmissão das imagens, o grupo de narradores e comentaristas reage aos lances, interage em tempo real com os espectadores que enviam mensagens no chat, entrevista convidados e realiza outras atividades complementares à transmissão.

 

O futuro multitelas já começou

Apesar de concorrer com as transmissões tradicionais, o modelo de streaming repercutido por Casimiro Miguel se tornou um aliado de quem assiste aos jogos em canais como SporTV e Globo, principalmente do público mais jovem, habituado a utilizar computador, celular e TV ao mesmo tempo.

 

O próprio Google tem investido em conteúdos para complementar o que um usuário acompanha nas transmissões das partidas, como recursos de buscas com estatísticas mais completas e atualizadas em tempo real, aviso de partidas emocionantes, recapitulação dos melhores momentos e, até mesmo, indicação de bares ou restaurantes próximos para assistir aos jogos.

 

Na CazeTV, que é patrocinada pelo iFood, o usuário é convidado a baixar o app da marca e utilizar cupons exclusivos para o horário da transmissão de um jogo, por exemplo, reforçando a necessidade – do ponto de vista do usuário - de estar conectado em mais de um dispositivo ao mesmo tempo para que não perca nenhuma informação ou oportunidade.

 

A tendência observada não é a troca de uma tela por outra, mas sim a conexão entre tudo que está sendo transmitido. Muitos brasileiros que gostam de acompanhar os comentários da CazeTV escolhem assistir as partidas na Globo, que apresenta menos delay em relação à internet – mas seguem conectados também na transmissão online através de computadores ou do celular.

 

E foi assim que Casimiro bateu os recordes de visualizações simultâneas de uma live do YouTube no Brasil (depois bateu o próprio recorde; e depois, mais uma vez), sem que a Globo tivesse qualquer prejuízo em relação a sua audiência. O canal aberto da emissora, inclusive, atingiu a maior audiência da faixa horária “16h às 17h55” dos últimos 16 anos no jogo Brasil x Coreia, pelas oitavas de final desta Copa.

 

O avanço que a comunicação teve nos últimos anos possibilitou que criássemos um cenário novo – e isso não vai retroceder. Agora, cabe às empresas do setor escolherem como vão se comportar em um futuro multitelas, visto que há muitas oportunidades a serem exploradas ainda.

 

Gostou deste conteúdo? Na Pós Digital FAAP você desenvolve novos olhares sobre a área de Jornalismo e as mais recentes possibilidades de atuação profissional. Conheça a Pós-graduação em Jornalismo, comunicação e a nova ordem informacional.

Comente você também:

Comentários